coroidopatia serosa central

Coroidopatia serosa central é o acúmulo de líquido sob a retina, especificamente no mácula, que pode ocorrer com ou sem descolamento de epitélio pigmentar.

Essa condição é relativamente frequente, geralmente ocorre mais em homens do que em mulheres e geralmente em apenas um olho.

A coroidopatia serosa central é uma doença que ocorre geralmente após um descolamento de retina.

En Área Avançada de Oftalmologia A seguir, explicamos o que é a coroidopatia central serosa e como é tratada.

O que é coroidopatia serosa central

A definição correta para coroidopatia serosa central Refere-se a um desapego seroso que ocorre quando o líquido se acumula atrás da retina sensorial, na mácula, na área responsável pela visão central e pela percepção dos detalhes.

Quando a coroidite ocorre, pode ou não haver um descolamento do epitélio pigmentar.

A coroidopatia serosa central afeta mais os homens do que as mulheres, ao ponto que 8 em cada 10 pessoas que sofrem dessa doença são do sexo masculino.

Esta doença pode deixar sequelas importantes na visão central, como dificuldade em perceber as cores, distúrbio visual e diminuição acuidade visual, Entre outros.

Tipos de coroidopatia central serosa

Existem três tipos de coroidopatia serosa central e são os seguintes:

  • Coroidite serosa central aguda ou clássica: É a forma mais comum de coroidite e é caracterizada porque geralmente cura sem tratamento e deixa sequelas mínimas. Pessoas com esse tipo de coroidite podem notar alguma perda de sensibilidade ao contraste.
  • Coroidite serosa central recorrente: O prognóstico desta doença cardíaca é menos animador, pois existe o risco de a pessoa sofrer uma diminuição da acuidade visual ou alterar sua percepção de cores.
  • Coroidite serosa central crônica: A coroidopatia é crônica quando a condição persiste por mais de 3 meses. Nestes casos, existe o risco de atrofia dos fotorreceptores e distúrbio visual persistente.

Causas da coroidite

A coroidite é a quarta doença mais comum da retina, após degeneração macular associada à idadeoclusões venosas e retinopatia diabética.

Esta doença pode ser causada pelos seguintes fatores:

Sintomas

Os principais sintomas da coroidopatia central serosa são os seguintes:

  • Visão turva no olho afetado.
  • Escotoma ou mancha relativa no centro da campou visual.
  • Deformação das imagens.
  • Visão de imagens menores que o normal.

diagnóstico

Para diagnosticar e curar a coroidopatia central serosa, o oftalmologista deve examinar o fundo para detectar a elevação do centro da mácula e outras lesões, se houver.

Para estudar o olho, será necessário realizar uma tomografia de coerência óptica, Outubro, a fim de medir o líquido acumulado atrás da retina.

Também será necessário realizar uma angiografia com fluoresceína para determinar onde ocorreu o vazamento de fluido.

Tratamento a seguir

A coroidopatia serosa central geralmente se resolve sozinha ao longo dos dias.

Nos casos em que a doença persistir por semanas ou meses, será importante avaliar a necessidade de fotocoagulação a laser para melhorar a acuidade visual e combater a recorrência da coroidite.

Você também pode optar por realizar uma terapia fotodinâmica com o objetivo de selar as áreas onde ocorreu o vazamento de fluido e, assim, restaurar a visão.

En Área Avançada de Oftalmologia Temos uma excelente equipe de oftalmologistas médicos especializados no diagnóstico e tratamento da coroidopatia central serosa. Não hesite em nos contatar se tiver sintomas desta doença ou precisar fazer uma verificação de rotina.

Resumo
Coroidopatia serosa central
Nome do artigo
Coroidopatia serosa central
Descrição
A coroidopatia serosa central ocorre devido ao acúmulo de líquido na retina e dizemos por que é devido.
autor
Nome do editor
Área Avançada de Oftalmologia
Logotipo do Editor
«Voltar ao índice do glossário
/ * Estilos para o menu dobrável móvel Divi * // * JS para o menu dobrável móvel Divi * /