contagem endotelial de microscopia especular

Para estudar o endotélio e as células endoteliais, o oftalmologista deve realizar uma microscopia especular, um teste diagnóstico não invasivo e indolor.

O endotélio é a camada mais interna da córnea Sua função é regular a passagem da água pelas células endoteliais, para evitar excesso de líquido no estroma da córnea.

Esta camada evita a formação de um edema da córnea, uma das condições mais perigosas que podem afetar a córnea.

En Área Avançada de Oftalmologia Nós explicamos o que é uma microscopia especular da córnea e quando é necessário realizar uma contagem endotelial.

O que é microscopia especular?

A microscopia especular é um teste diagnóstico que permite ao oftalmologista examinar o endotélio e as células endoteliais. O teste visa avaliar se o endotélio da córnea apresenta algum dano causado por doença, lesão ou cirurgia ocular.

A distribuição celular é geralmente uniforme, propriedade que dificulta a identificação de alterações celulares de maneira simples.

Através de uma microscopia especular, um oftalmologista pode conhecer o tamanho, número e forma da população de células endoteliais.

Ao praticar esse teste, o oftalmologista pode ter uma imagem da interface existente entre o endotélio e o humor aquoso. Com este teste, você também pode ver imagens do epitélio, o cristalino e do estroma da córnea.

Em uma microscopia especular de um paciente jovem, o endotélio normal mostra um padrão regular de células hexagonais. Com um padrão regular, queremos dizer que a maioria das células tem o mesmo diâmetro.

Esta informação pode variar devido à passagem dos anos, lesões oculares, doenças e cirurgias.

Procedimento para fazer uma microscopia especular

Realizar uma microscopia especular é muito simples e não requer preparação prévia ou uso de anestesia.

Para realizar o teste, o paciente deve ficar de frente para o microscópio especular e descansar o queixo em uma barra do queixo. Recomenda-se que o paciente pisque várias vezes antes de iniciar o exame.

O exame começa quando o microscópio de luz refletida começa a brilhar na córnea enquanto captura as imagens que ocorrem na interface entre o endotélio e o humor aquoso.

As imagens são ampliadas e permitem observar claramente a morfologia e a densidade do endotélio.

Depois do contagem endotelial, o paciente pode retomar sua vida como de costume.

Quando é necessária uma contagem endotelial?

A microscopia especular da córnea é um teste utilizado em oftalmologia para diagnosticar doenças associadas ao endotélio e à córnea.

Também é essencial realizar essa análise antes que o paciente seja submetido a cirurgia de catarata, pois durante esse procedimento o endotélio pode sofrer devido a sua manipulação e existe o risco de que diminua ou altere sua composição celular.

A contagem endotelial também deve ser solicitada em pacientes que vão se submeter intervenção cirúrgica de miopia, astigmatismo e hipermetropia y eles não são candidatos a cirurgia a laser.

Se o oftalmologista identificar um paciente com endotélio fraco, ele poderá tomar precauções antes de qualquer cirurgia para evitar lesão endotelial e edema corneano.

Você precisa se submeter a uma microscopia especular ou contagem endotelial? Em Área Avançada de Oftalmologia Temos uma ótima equipe de oftalmologistas para ajudá-lo com total profissionalismo.

Resumo
Microscopia especular ou contagem endotelial
Nome do artigo
Microscopia especular ou Contagem endotelial
Descrição
Explicamos o que é a microscopia especular ou contagem endotelial, como é realizada e quando é necessário realizá-la.
autor
Nome do editor
Área Avançada de Oftalmologia
Logotipo do Editor
Sinónimos:
Endotelial, contagem endotelial, microscopia especular, microscopia endotelial
«Voltar ao índice do glossário
/ * Estilos para o menu dobrável móvel Divi * // * JS para o menu dobrável móvel Divi * /